Fabricantes espanhóis do setor de bricolage aumentam vendas

Fabricantes espanhóis do setor de bricolage aumentam em 24% as suas vendas em comparação com valores anteriores à pandemia

A AFEB, a Associação Espanhola de Fabricantes de Ferragens e Bricolage, apresentou os dados do seu mais recente boletim de conjuntura relativo ao primeiro trimestre de 2021. Desta vez e de forma excecional, o boletim apresenta dados comparativos, não só com o mesmo trimestre do ano transato, como também em comparação com o primeiro trimestre do ano de 2019, ano anterior à pandemia. Deste modo, segundo Marta Omedes (Diretora da AFEB), a comparação permite-nos obter dados mais fiáveis sobre a evolução do setor.

Se compararmos os dados de vendas globais do setor com os 2 anos anteriores, encontramos crescimentos de 35% em relação a 2020 (quando as lojas estiveram fechadas por 15 dias) e de 24% em relação a 2019, ano anterior à situação de pandemia.

Também as Exportações apresentam uma evolução de grande destaque, com um crescimento de 52,6% em relação a 2020 e de 63% em relação a 2019.

O estudo demonstra um crescimento incrível do canal Online, registando um crescimento de 107,7% em relação ao primeiro trimestre de 2020 e de 120,6% em relação ao mesmo período de 2019, o que demonstra uma tendência clara do consumidor perante esta nova maneira de adquirir os seus produtos.

No canal Tradicional (lojas de ferragens) também ocorreram aumentos importantes, registando crescimentos de 26,5% em relação ao primeiro trimestre de 2020 e de 14% em comparação com o mesmo período de 2019.

O canal Especializado (grandes superfícies de bricolage), que durante toda a pandemia sofreu diversas restrições, conseguiu também aumentar as suas vendas, com crescimentos de 26% em relação a 2020 e de 6% quando comparadas com 2019.

 Finalmente, o canal Generalista, grandes superfícies nas quais também se vendem produtos de bricolage e ferragens, apresenta a mesma tendência ascendente apresentada pelos restantes canais, com aumentos de 30% em comparação com 2020 e de 22% em comparação com 2019.

 Concluindo, vemos que os dados deste primeiro trimestre estão em linha com as expectativas otimistas que se refletiram no inquérito de situação da AFEB, realizado no início do ano.

Todos os canais de venda de produtos de ferragens e bricolage, vivem momentos de crescimento notável neste primeiro trimestre do ano, superando o volume de vendas anterior à pandemia e com uma tendência de crescimento do canal online, que é o que mais cresceu desde o início da pandemia.

Consulte aqui nota de imprensa da AFEB

Associação de Fabricantes de Bricolage e Ferragens