Projeto Thermacore: Tiny Houses

Estudo pioneiro no setor da construção leve e modular é desenvolvido pela Saint-Gobain, Universidade de Aveiro, Lusil e 5DHome

O Pacto Ecológico Europeu visa tornar a Europa no primeiro continente com impacto neutro no clima até 2050, em particular, construindo e reabilitando com utilização de recursos energéticos e materiais de forma eficiente. Neste âmbito, a EU pretende melhorar o desempenho energético dos edifícios, dado que representam 40% da energia consumida, dois terços dos quais no sector residencial. Como resultado, em anos recentes, é possível observar um deslocamento notório para elementos de edifícios cada vez mais leves e uma abordagem modular da construção.

A Saint-Gobain Portugal S.A., através das marcas Weber, Placo®, ISOVER e GlassSolutions, em parceria com a Lusil e a 5DHome, tem apoiado a Universidade de Aveiro na execução do THERMACORE, projeto de investigação financiado pela FCT, que tem como objetivo desenvolver e avaliar o desempenho, nas vertentes de eficiência energética, do conforto térmico e da qualidade do ar interior de uma solução construtiva com um núcleo termicamente ativo com o uso de PCM macro encapsulado, em comparação com o de uma parede ou laje tradicionais usados em edifícios em Portugal.

A questão central da investigação a que o presente projeto tenta responder é: “Em que medida é que o desempenho, nas vertentes de eficiência energética, conforto térmico e qualidade do ar interior, de uma solução construtiva com PCM macro encapsulado, usada como um núcleo termicamente ativo, se compara com o de uma parede ou laje tradicionais em Portugal?’”

Tiny_house-aplicacaoO estudo pioneiro no setor contou assim com as soluções Saint-Gobain Portugal S.A. Para a fachada exterior e interior do projeto THERMACORE, a escolha recaiu, respetivamente, na Glasroc® X e na placa Habito®, esta última composta por materiais Placo® à base de gesso. De modo a garantir a eficiência energética e acústica da vertente opaca da fachada, bem como o seu comportamento ao nível da reação ao fogo, foi utilizada a solução de fachada ETICS webertherm comfort, baseada numa placa isolante de lã de vidro de alta densidade clima 34, aplicada sobre placa de gesso para exterior Glasroc® X.

No que diz respeito ao acabamento final, para um resultado esteticamente apelativo, texturado e com variedade de cores, foi utilizado o pavimento Placo® Rigidur Solera bem como a lã mineral ISOVER Geowall 034, que se trata de um sistema formado por placas reforçadas com fibras e aderidas entre si que produzem uma alta resistência superficial.

Relativamente aos restantes contributos das empresas parceiras, destaque para o sistema estrutural baseado no LSF (aço leve), da 5D Home, que permitiu criar uma solução estrutural pré-fabricada com redução de desperdícios em obra e com a robustez adequada. O contributo da Lusil passou pelo produto LB-67 RPT composto por semi-perfis de alumínio em liga 6063 tempera t6 ligados por poliamidas Lusil® by Technoform®, criando, assim, o isolamento térmico desejado.

José Martos, CEO da Saint-Gobain Portugal, reitera que “Uma vez mais, a Saint-Gobain Portugal S.A demonstra estar na vanguarda do setor, seguindo a sua estratégia de crescimento responsável e pautada pelo propósito “MAKING THE WORLD A BETTER HOME”. Este é mais um projeto assinado pela multinacional francesa em território nacional, concebido com o objetivo cimeiro de responder às necessidades emergentes do mercado.

TinyHouse  Tiny-house