OLI ofereceu três ventiladores ao Hospital de Aveiro

A empresa OLI doou três ventiladores ao Hospital de Aveiro, no âmbito de um programa solidário de combate à pandemia da Covid-19 e de apoio à Comunidade onde a empresa está sediada há 66 anos.

Esta oferta foi formalizada por António Ricardo Oliveira, Administrador da OLI, e Margarida França, Presidente do Conselho de Administração do Centro de  Hospitalar do Baixo Vouga.

Estes equipamentos médicos, considerados decisivos no tratamento dos doentes mais críticos, juntam-se aos 11 já existentes nesta unidade hospitalar. A aquisição destes três ventiladores, homologados pelo Ministério da Saúde, representou, para a OLI, um investimento de 56 mil euros.

“Desde o início do surto do novo coronavírus, a OLI implementou um projeto humanitário, pensado sobretudo na proteção dos profissionais de saúde. Em abril iniciámos a produção de viseiras, que ofereceremos a hospitais, centros de saúde e também a instituições, como lares. A doação destes três ventiladores surge neste contexto de emergência sanitária e, também, no âmbito da política de Responsabilidade Social que a empresa desenvolve no sentido de valorizar a comunidade onde está integrada”, declara António Ricardo Oliveira.

Até ao momento, a OLI doou 61 mil viseiras. A Administração Regional da Saúde do Norte, o Hospital Curry Cabral e o Centro Hospitalar Universitário de Coimbra surgem no topo das instituições, a nível nacional, que mais receberam este material de proteção. No âmbito da região de Aveiro, surgem o Hospital de Aveiro, os municípios de Aveiro e de Sever de Vouga e o Hospital da Luz.

Ao abrigo do “Sistema de Incentivos à Inovação Produtiva no contexto da covid-19”, a OLI encontra-se a ultimar a industrialização de componentes de apoio à ventilação de doentes.