Nova aquisição da Danosa em Pombal

Danosa investe 10 milhões de euros em nova fábrica de isolamento térmico XPS, onde incorporará inovadores processos de revalorização de resíduos com a sua posterior reconversão em materiais 100% reciclados.

A empresa aposta fortemente pela gestão, fabricação e reutilização de materiais de construção relacionados com a eficiência energética, que apoiam e contribuem para a descarbonização do setor da construção.

 A Danosa, empresa especialista em produtos e soluções integrais para a construção sustentável, reforça uma das suas principais áreas estratégicas e  simultaneamente o seu objetivo de impulsionar a economia circular, com a compra de uma nova fábrica em Portugal, que unirá a reciclagem e a fabricação de produtos revalorizados para a construção nomeadamente o isolamento térmico XPS.

A Danosa vem dando importantes passos neste sentido nos últimos anos, como é exemplo disso a compra da EPS20 Fischer  (filial portuguesa da empresa alemã dedicada integralmente à reciclagem de plásticos) e a introdução progresiva de materiais reciclados nos seus processos de fabricação convertendo os resíduos em recursos úteis e matérias-primas para criar novos produtos através da sua filial ‘Renovación Sostenible’.

Com esta nova aquisição, os processos de reciclagem e a posterior fabricação de novos materiais, ficarão unificados na nova planta produtiva, que tem uma área correspondente a 24.500 metros quadrados e que inclui uma área construida de 10.000 metros quadrados.  Aqui, será implantada nova maquinaria que aumentará de forma muito significativa a capacidade produtiva de um dos materiais de referência na construção sustentável e eficiência energética, o XPS, indispensável no campo dos materiais de construção que respeitam o meio ambiente, que nos exige o nosso futuro imediato.

A Danosa, para além de posicionar-se como uma referência neste tipo de processos, conseguirá com este investimento oferecer ao mercado uma maior capacidade produtiva, uma melhor operativa ao nível da distribuição e serviço oferecido aos seus clientes, tanto a nível nacional como Internacional.

Com uma estrutura próxima aos 400 empregados, para a danosa o verdadeiro foco do seu trabalho diário são as pessoas, e nesse sentido a eleição deste novo espaço foi extremamente influenciada pela sua localização, ao se encontrar muito próxima da atual fábrica de Leiria (a 25km de distância, localizada em Pombal, a meio caminho entre Lisboa e Porto).

Através deste importante investimento, a Danosa espera que a centralização de atividades, a unificação da reciclagem e fabricação, a duplicação da capacidade produtiva que esta nova fábrica oferece e a sua localização estratégica para distribuição, possam representar uma enorme mais valia para os seus clientes e colaboradores.

danosa frente instalações