Mantovani renova loja

A consultora imobiliária Savills acaba de anunciar a conclusão do projeto e respetiva obra, em modelo chave-na-mão, das instalações e espaço comercial da Mantovani, localizados na Zona Industrial de Frielas, em Loures.

O departamento de Arquitetura da consultora iniciou este projeto em pré-licenciamento em 2017. Com uma área total de 2.500m², a fase de construção foi concluída recentemente.

O projeto da Mantovani desenvolvido pela Savills consistiu em duas fases: a primeira (interiores) e a segunda fase nas alterações das fachadas dos Blocos A e B, de forma a melhorar a estética e a eficiência energética do edifício, criando uma nova métrica de vãos com sistema de perfis de caixilharia com bom desempenho no isolamento térmico, todas lacadas na cor cinza antracite.

O projeto de interiores procurou adotar cores sóbrias em branco e tons cinzas, diminuindo o impacto da envolvente para que os produtos expostos pudessem ser realçados. Novos displays foram criados, simulando ambientes de banho, de modo a permitir uma procura mais objetiva e simples pelos clientes. As zonas de atendimento ao cliente foram redesenhadas para que a experiência Mantovani seja mais acessível, os antigos balcões de atendimento foram substituídos por ilhas circulares que permitirão atender simultaneamente um maior número de pessoas.

A distribuição interna contempla agora um loop comercial que permite ao visitante passar por zonas previamente identificadas, com produto e características diferentes. A Mantovani distingue-se no seu segmento pelo know-how que traz ao mercado, fruto da vasta experiência que construiu, exemplo disso são os novos espaços de planeamento de cozinhas, roupeiros e sanitários que agora se distribuem pelo espaço de loja.

Um dado incontornável nos espaços de retail nos dias de hoje é a participação da sinalética e da iluminação, duas layers essenciais à experiência de qualquer utilizador deste novo espaço. A iluminação que se distribui pelo espaço procurou ter pouco impacto, optando por ser mais discreta, servindo apenas para realçar o produto exposto, evidenciando materiais e texturas.

O conceito considerou uma segunda pele em relação à fachada principal do edifício, protegendo-a. “A sustentabilidade era um dos fatores a ter em conta. Acreditámos que o melhor seria optar por uma fachada ventilada, tratando-se de uma solução construtiva sustentável, que alia inovação e eficiência energética, auxiliando na melhoria do conforto térmico do edifício, já que é capaz de reduzir entre 30% a 50% do consumo de energia do mesmo. Os materiais utilizados na sua composição são 100% recicláveis. Ficámos muito agradados com os resultados finais tanto a nível estético como a nível sustentável,” comenta Maria Leonor Botelho, Associate Architect da Savills responsável pelo projeto.

 A nova imagem assenta em linhas contemporâneas e sóbrias. Assumem-se duas layers de intervenção que se refletem em dois pisos que compõem as volumetrias dos blocos onde se localiza o showroom da loja.

 “É muito interessante e gratificante acompanharmos o crescimento dos nossos clientes e contribuirmos efetivamente para o bem-estar das suas equipas e clientes. Estamos seguros que este é um projeto impactante e com um conceito forte onde a estética, sustentabilidade e conforto se unem num só”, Joana Rodrigues, Diretora do Departamento de Arquitetura da Savills.

O embasamento em cor grafite recorre a materiais cerâmicos que lhe conferem solidez, característica da Mantovani no seu percurso de 50 anos. O piso superior caracteriza-se por aberturas de métrica regular que iluminam o interior da loja, sendo que o novo telheiro acolhe no seu interior a ligação entre os blocos, apresentando-se um local totalmente aberto e exterior, conferindo um maior destaque e abrigo à entrada dos blocos.

Para Rita Pedro, responsável da Mantovani: “Estamos satisfeitos com o resultado desta remodelação. Foi uma obra complexa, pois incluiu exterior e interior, com a reorganização dos espaços de exposição, mas acreditamos estar preparados e modernizados para o futuro, para melhor receber os clientes e elevar a experiência de quem nos visita para outro nível.”

O interior apresenta agora novos materiais de revestimento e pinturas de paredes, sem alterar a estrutura do edifício. As soluções contemporâneas utilizadas pretendem maximizar a qualidade da iluminação interior e o conforto acústico.

Criada em 1953 por Manuel João Pedro e João Mantovani, a empresa teve como atividade o fabrico de cantarias pré-fabricadas de cimento e grão de pedra. Os principais produtos comercializados são pavimentos e revestimentos, cerâmicos e flutuantes, sanitários, torneiras, climatização, cozinhas, roupeiros, portas, janelas, sistemas solares e de isolamento térmico, entre outros.