Houses of Portugal no International Property Show, Dubai

“Houses of Portugal: Value & Style”, projecto promovido pela APEMIP e pela APCMC esteve presente no International Property Show, no Dubai, com a sua primeira apresentação internacional.


José Matos, Secretário geral da APCMC; Luís Lima, Presidente da APEMIP e Nuno Lima Leite, Delegado da AICEP

Palavras de Luís Lima, ao Jornal Público (publicado dia 18 de abril)

"A internacionalização do imobiliário sempre esteve na estratégia por mim definida, desde o meu primeiro mandato à frente da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP). Sempre defendi que o esforço para a captação de investimento estrangeiro seria fundamental para a recuperação económica de que o País necessitava. E foi, como se veio a confirmar mais tarde, sobretudo após a implementação de programas de captação de investimento que marcaram o início da retoma do sector imobiliário e da economia nacional.

O ponto alto desta minha estratégia culminou com a criação da Confederação da Construção e do Imobiliário de Língua Oficial Portuguesa (CIMLOP), mas a continuidade dos projetos de internacionalização mantiveram-se, e no ano passado, fui desafiado pela Associação Portuguesa dos Comerciantes de Materiais de Construção (APCMC), para desenvolvermos uma parceira com o objetivo de promover o imobiliário português além-fronteiras.

Aceitei este desafio desde logo, porque sempre acreditei que em conjunto se desenvolvem sinergias que permitem uma ação mais eficaz, que neste caso resultou no lançamento do projeto “Houses of Portugal: Value & Style”, que teve na maior cidade dos Emirados Árabes Unidos, o Dubai, a sua primeira ação de internacionalização, cujo balanço é muito positivo.

A participar como expositores na 14ª edição do International Property Show, que teve lugar de 9 a 11 de abril no World Trade Centre Dubai, o projeto Houses of Portugal mostrou, lado a lado com outras empresas de mediação imobiliária a expor no mesmo certame, as maravilhas do imobiliário português, começando pela qualidade de construção e dos seus materiais, passando pela arquitetura e design que caracterizam este sector.

No Dubai confirmei uma vez mais que Portugal está na moda, e que muita gente já visitou ou planeia visitar em breve terras lusas, tal como pudemos comprovar nos diversos contactos estabelecidos durante os três dias do Salão, que nos permitiram fazer uma promoção do País não só nos Emirados Árabes Unidos, mas também junto dos demais 29 países que estiveram representados naquele certame, como a Turquia, China, Estados Unidos da América ou Reino Unido.

De todo o lado nos chegaram contactos de pessoas com verdadeiro interesse em saber mais sobre Portugal, sobre as oportunidades de investimento, fiscalidade e quais as melhores formas de estabelecer parcerias com empresas lusas, contactos estes que poderão dar frutos e que materializam aquela que é a verdadeira missão deste projeto: promover o imobiliário nacional, abrindo rotas de investimento e de promoção para a internacionalização das nossas empresas.

Estou certo que o fizemos, até pelos contactos que estabelecemos com o Dubai Land Department e com a FIABCI Arabic Countries, que serão veículos que nos permitirão dar continuidade à ação.

Não posso deixar no entanto de fazer um reparo pela ausência de apoio que ações como esta merecem por parte de quem está em melhor condição de nos ajudar a promover um Portugal imobiliário.

Apesar da visita do Delegado da AICEP, Dr. Nuno Lima Leite, que se fez acompanhar pelo ex-secretário de Estado da Indústria, Dr. João Vasconcelos, que saúdo, sinto que este tipo de atividades levados a cabo com o esforço de empresas e entidades lusas a milhares de quilómetros de distância mereciam uma maior atenção e reconhecimento por parte de quem, nestes Países, representa o nosso Governo…"