OE2021: uma perspectiva redutora (João Vieira Lopes, CCP)

As medidas previstas nesta proposta são claramente insuficientes para fazer do OE um instrumento efectivo de política económica. A CCP recebe com preocupação uma proposta de Orçamento de Estado para 2021 que apresenta uma perspectiva muito redutora face aos desafios com que o País está confrontado. Como temos vindo a dizer, o impacto da pandemia pode ser bastante mais severo…

Ler mais

Proposta de Orçamento do Estado para 2021 não considera as empresas

É a reação, em Comunicado, da CCP, Confederação do Comércio e Serviços de Portugal, cuja Direção a APCMC integra, à proposta de Orçamento do Estado para 2021, que, pelo seu interesse, reproduzimos na íntegra: «Um Orçamento que não considera as empresas No entender da CCP o O.E. para 2021 deveria ser um instrumento activo de política económica e corporizar uma…

Ler mais