Revista nº 198 || Materiais de Renovação e Reabilitação

revista_198 Revista nº 198 || Dossier Materiais de Renovação e Reabilitação
[PDF – Versão Completa]
Revistas anteriores

Caro colega,

2022 vai ser com certeza um ano atípico.

Carlos RosaJá perdemos a noção da vaga da pandemia que estamos neste momento a atravessar. Vamos olhar para tudo isto como para “o copo meio cheio”, acreditando que 2022 será melhor que 2021, que também já foi melhor que 2020.

Passámos pela maior recessão económica de que temos memória, seguida por uma rápida recuperação. Embora a construção tenha passado mais ou menos ao lado deste fenómeno, estamos agora a começar a sentir as suas consequências: faltam produtos e o custo do transporte e da energia não param de aumentar. Esta crise de saúde trouxe consigo um nível de inflação a que já não estávamos habituados há alguns anos. Muito provavelmente os juros acompanharão esta tendência, o que levará a uma realidade muito diferente daquela a que, entretanto, nos habituámos.

A mudança é a única certeza e a adaptação é obrigatória. Os desafios que 2022 nos irá trazer serão seguramente ultrapassados, mas é certo que ultrapassará melhor as dificuldades quem melhor estiver preparado. É neste enquadramento que gostaria de refletir convosco sobre um tema que por vezes parece pouco urgente, embora importante – a Digitalização.

É certo que este tema já começou a entrar nas nossas preocupações, mas ainda não nos parece ter assumido um carácter geral e obrigatório para os negócios.

Tornar as nossas empresas mais digitais tem que ser um objetivo concreto, não porque seja moda, mas porque é crítico para nos mantermos competitivos. Para além deste processo dever ser centrado no cliente, também deve tornar as nossas empresas mais eficientes, reduzindo custos de vária ordem, erros de processo, tempo de execução e melhorando a capacidade de gerir a informação essencial para responder rapidamente às mudanças que ocorrem no mercado. É por isso que nada me parece mais urgente e oportuno que tomar esta decisão nestes tempos de incerteza.

A Associação dos Materiais de Construção, APCMC, a nossa associação, também está focada neste tema, no sentido de facilitar às empresas associadas esta transição para o digital.

Um dos projetos eleitos como decisivos para o setor é o APCMC Datachek, uma plataforma colaborativa entre Fabricantes e Distribuidores de Materiais de Construção que visa atingir todos os objetivos já enunciados, assegurando a partilha dos dados relativos aos produtos de uma forma segura e permitindo a utilização das mais diversas ferramentas informáticas para agilizar os processos internos essenciais das empresas, que vão desde a atualização das tabelas de preços e a identificação dos produtos em armazém até à alimentação automática dos conteúdos dos sites e das lojas virtuais, passando pela automatização dos processos de compra, faturação, orçamentação e pagamento (EDI), ou mesmo ao reporte obrigatório de informação sobre gestão de resíduos, embalagens ou produtos perigosos.

Conte com a sua Associação para ultrapassar os desafios deste novo ano.

Aproveito para lhe desejar um 2022 cheio de sucessos, com muita saúde!

revista_198 Revista nº 198 || Dossier Materiais de Renovação e Reabilitação
[PDF – Versão Completa]
Revistas anteriores