Obras, Materiais e Equipamentos para a Construção nº 122

EDITORIAL

O termo digitalização entrou, definitivamente, no discurso.

Seja ao nível da política pura e dura, seja da estratégia económica, dos negócios ou da comunicação, a referência ao digital tornou-se obrigatória.
 

Dr. José de MatosE no mundo da construção? O exemplo mais conhecido, até
agora, é o do BIM (Building Information Modeling), que, de uma forma simplificada, significa Modelação da Informação na Construção, isto é, um processo suportado por modelos computacionais tridimensionais que permitem representar, com elevado grau de rigor, todas as características físicas e funcionais de uma construção.

É uma ferramenta integradora, suscetível de suportar na mesma plataforma o trabalho colaborativo das diversas especialidades, que pode ser utilizada ao longo das várias fases do ciclo de vida de um empreendimento, desde a conceção inicial do projeto, passando pela aquisição de materiais e serviços, a fase de construção e a da exploração e gestão do empreendimento durante a sua vida útil.

Mas o tema da digitalização na construção não se esgota no BIM, muito pelo contrário.

Entre outras coisas, a aplicação do BIM só é possível se existirem previamente as bases de dados, também em formato digital, com informação extensa e adequada, nomeadamente ao nível dos produtos. Mas como a construção é uma fase final (ou quase), no fim de uma longa fileira em que intervêm múltiplos agentes, falar em digitalização na construção é algo muito mais profundo e complexo que abrange a cadeia de distribuição (processos de compra, transporte e logística), produção (energia e recursos), gestão de resíduos, manutenção, etc., etc. E ainda podemos acrescentar, a jusante, as atividades de demolição, reciclagem e, também, a utilização ou exploração.

A transformação digital já está em curso. A tecnologia amadureceu, tornou-se mais poderosa, ampliou os campos de aplicação e ela traz, sobretudo, novas oportunidades de fazer diferente, aumentando a eficiência dos processos e de fazer coisas diferentes, aumentando a satisfação dos clientes.

Não há como fugir-lhe.

 

Obras, Materiais e Equipamentos para a Construção nº 122

PDF || Versão Completa

Publicações Anteriores