Boletim Materiais de Construção nº 393

Boletim Materiais de Construção nº 393

PDF || Versão Completa

Publicações Anteriores

 

Digitalizem-se!

Os últimos dados divulgados sobre a evolução da economia portuguesa no primeiro trimestre do ano refletem, de certa forma, aquilo que já pressentíamos: uma forte recuperação, assente, sobretudo, na procura interna, onde sobressai o setor da construção, e no aumento das viagens e turismo.

Apesar dos tempos incertos que vivemos, temos tudo para acreditar que o atual ciclo positivo irá durar por mais alguns anos.

Mas há coisas que vão mudar. Aliás, já estão a mudar.

Do projeto à construção, prescritores e profissionais exigem cada vez mais informação, completa e rigorosa. Exigem, também, serviços relacionados com o processo de compra e com a logística, mais rápidos, cómodos e disponíveis e, até, personalizados.

Os clientes, em geral, procuram primeiro na internet antes de se dirigirem à loja, e um número todos os dias maior já faz as suas encomendas maioritária ou exclusivamente em sites e plataformas de compras.

Ao mesmo tempo, as empresas têm crescentes dificuldades em recrutar e manter recursos humanos qualificados, enfrentando fortes pressões para a subida de salários. As pessoas tornaram-se um recurso escasso e dispendioso, pelo que ocupá-las com atividades administrativas e rotineiras, não core, é mais que um luxo, um desperdício, que se paga caro em termos de competitividade.

E depois há o problema dos erros e do tempo que as tarefas, cada vez mais complexas, levam a executar, que, nas condições atuais de maiores responsabilidades e aceleração dos custos, significam ainda mais dinheiro perdido.

A solução passa obrigatoriamente por uma mudança organizacional baseada, em termos operativos, na digitalização dos vários processos internos do negócio e nos restantes domínios da relação com os parceiros, sejam clientes, fornecedores, operadores logísticos, bancos, etc., e até o próprio Estado.

Aqui na APCMC pretendemos ser o parceiro para os acompanhar nesse processo. Já temos a funcionar o APCMC Datacheck, vamos disponibilizar brevemente software PIM (Product Inteligent Management), aderimos à ETIM Internacional para assegurar às empresas do setor o acesso a um sistema universal de classificação de produtos e, de seguida, vamos promover novas parcerias para generalizar a utilização do EDI (Eletronic Data Interchange).

Boletim Materiais de Construção nº 393

PDF || Versão Completa

Publicações Anteriores