Boletim Materiais de Construção nº 377

Ano Novo, Ano Bom?

A APCMC apresentou recentemente as novas previsões para os próximos dois anos e, em ambos, espera-se um crescimento moderado do setor da construção em geral e, em particular, dos negócios dos materiais de construção.

Todavia, os problemas financeiros e de pagamentos (e cobranças) deverão regressar ao topo das preocupações e serão porventura mais importantes que os constrangimentos ao funcionamento das empresas determinados pela evolução da pandemia, que nos continuará seguramente a assombrar durante, pelo menos, metade do ano.

A estes problemas de falta de liquidez, que resultam não só da redução dos rendimentos e do aumento do desemprego, mas sobretudo da retração da procura que se tem agravado no setor imobiliário, atrasando a venda dos fogos que se encontram em fase adiantada de construção, fruto da incerteza que rodeia a profundidade da crise e o timing da recuperação, poderão vir a juntar-se perturbações na continuidade dos novos projetos, bem como variações no peso relativo dos diferentes segmentos de mercado e com incidência regional diversa.

Há, pois, um grande número de situações e desenvolvimentos no mercado, umas prováveis outras imprevisíveis, a que os comerciantes de materiais de construção deverão estar atentos.

Mas também há transformações em curso que não param e até podem acelerar, que são determinantes para o futuro das empresas do setor, como é o caso da alteração dos processos de construção, dos processos de compra e dos processo logísticos, todos eles assentes em ferramentas digitais, cuja utilização irá passar de mero instrumento de melhoria de eficiência e eficácia para requisito de participação no mercado e de relacionamento com os diversos atores da fileira.

Aqui o grande desafio é muito menos tecnológico do que de reorganização dos processos de venda e modelo de negócio, os quais requerem reflexão estratégica, capacidade de adaptação, de inovação e de gestão da mudança, mas no essencial, recursos humanos com novas competências.

Nós, a APCMC, estaremos cá para apoiar os nossos associados, com programas de formação, ferramentas para apoiar a digitalização dos processos e com toda a informação e iniciativas especificamente desenhadas para os comerciantes de materiais de construção, para os apoiar neste caminho e para os ajudar a tomar decisões.

 

 

 

Boletim Materiais de Construção nº 377

PDF || Versão Completa

Publicações Anteriores