Boletim Materiais de Construção nº 359

Nota de Abertura

Marketplace – uma nova forma de vender através da internet

As plataformas digitais, como a Amazon, já há muito que deixaram de constituir novidade e são atualmente o concorrente mais forte das grandes cadeias de distribuição retalhista e, por maioria de razão, uma ameaça para o comércio independente.
 

Mas se é verdade que a tecnologia veio permitir novos modelos de negócio, introduzindo uma nova concorrência, não é menos certo que o seu próprio desenvolvimento acaba por criar outras oportunidades para potenciar os negócios das empresas tradicionais muito para além do que alguma vez puderam imaginar.

Hoje é possível combinar de formas diversas as competências e os argumentos do canal tradicional, físico, com serviços online de forma a apresentar ao mercado propostas de valor diferenciadoras e alcançar novos clientes.

Ao longo dos últimos anos temos abordado, inclusive nos nossos Congressos, o tema da digitalização e da inovação nos processos de negócio dentro do setor, nomeadamente a venda através da internet e, em particular, a “loja online”, desmistificando o papel da tecnologia (instrumental) e acentuando a centralidade do “cliente” como foco da ação comercial. Todavia, não deixa de ser um facto que a nossa capacidade individual de acesso e utilização das TIC determina o que efetivamente podemos oferecer aos clientes.

Mas, não só. No domínio das vendas pela internet, especialmente no B2C, a consistência da proposta comercial vai muito mais para além de um site robusto, com boa imagem e dinâmica. Os aspetos logísticos são determinantes, quer a montante, garantindo que se tem em stock o que se anuncia (e vice-versa), quer a jusante, assegurando a entrega nas condições de prazo e locais convenientes (e com um custo aceitável).

Estas exigências, e também a dificuldade em alcançar notoriedade suficiente do site da empresa, são o que normalmente têm afastado as pequenas empresas do canal internet.

Para responder a estas limitações, estão a surgir os Marketplace, que são plataformas onde as empresas (concorrentes entre si) podem vender os seus produtos, que asseguram a visibilidade dos mesmos e a respetiva promoção junto de milhares ou milhões de potenciais clientes, os pagamentos e, em certas modalidades, a própria logística de recolha, entrega e devolução dos produtos, cobrando uma comissão pelas vendas efetivamente realizadas.

Participar num Marketplace continua a ter exigências de conteúdos digitais, de organização interna e de logística, mas estas são naturalmente mitigadas pelos serviços oferecidos por cada plataforma e, sobretudo, evitam um pesado investimento individual, podendo constituir uma oportunidade para as empresas que queiram expandir os seus negócios através da internet, ou, simplesmente, fazer uma primeira experiência.

Estamos longe de pensar que os Marketplace são a solução para as empresas do nosso sector, mas podem constituir, em certas condições, mais um canal de venda e, eventualmente, uma oportunidade de aprendizagem numa área que não é a nossa, mas com que teremos obrigatoriamente de lidar cada vez mais, para o mal e para o bem.

 

Boletim Materiais de Construção nº 359

PDF || Versão Completa

 

Publicações Anteriores