Boletim Materiais de Construção nº 358

Nota de Abertura

Investir na formação

As carências de formação dos profissionais das empresas do nosso setor serão, porventura, a maior ameaça ao sucesso das empresas independentes do comércio de materiais de construção.
 

São um escolho no presente, porque constituem um forte handicap na luta que travamos diariamente com a concorrência dos grandes grupos de distribuição para aproveitar o bom momento que o mercado atravessa, e são uma ameaça para o futuro, porque, com recursos humanos menos competentes, será mais difícil sustentar uma posição competitiva quando a folga dada pela atual situação favorável se desvanecer.

E não há tempo a perder!

Hoje, é frequente depararmo-nos com situações em que os profissionais dos estabelecimentos desses grupos da distribuição se apresentam melhor preparados que muitos dos profissionais que trabalham em algumas das nossas empresas. É verdade que esses grupos têm estado a aprender connosco e a copiar muitas das nossas armas, nomeadamente a do conselho profissional aos seus clientes, mas chegar ao ponto de termos que reconhecer que têm melhores profissionais que nós, os “profissionais” do sector, é muito preocupante. É que eles possuem muitas outras armas que nós não temos e algumas, como a dimensão e a capacidade financeira, que nunca poderemos ter.

Temos, contudo, que reconhecer que não é fácil encontrar nem manter profissionais qualificados, cada vez mais disputados, como é igualmente difícil e/ou dispendioso encontrar formação qualificante adequada, para além das “formações financiadas”, muito limitadas pelas regras burocráticas e financeiras dos respetivos programas.

Por isso, deitámos mãos à obra e desenhámos um curso de formação especialmente pensado para os profissionais de vendas do comércio de materiais de construção, ministrado por formadores conhecedores do setor, com longa experiência de trabalho com as empresas, que incluirá também conhecimentos básicos sobre os produtos comercializados, que pela sua extensão serão tratados em módulos separados e individualizáveis (numa primeira fase abordaremos os produtos cerâmicos e as colas).

Ambicionamos ajudar a preparar profissionais que saibam relacionar-se melhor com os clientes, compreender as suas necessidades, esclarecer-lhes as dúvidas, apresentar-lhes soluções, sugerir-lhes produtos e serviços complementares, para que, no final, o serviço prestado pela empresa seja reconhecido e recompensado com a preferência pela compra.

Fique atento. A primeira ação será divulgada muito brevemente.

 

Boletim Materiais de Construção nº 358

PDF || Versão Completa

 

Publicações Anteriores