Inquérito de Conjuntura APCMC – 1º trimestre 2020

– 67% das empresas aumentaram ou mantiveram as vendas face ao trimestre anterior e 33% diminuíram

– A percentagem das empresas que considerou “bom” ou “razoável” o respetivo “nível de atividade” foi de 62,2%

– 48,4% das empresas diminuíram as vendas face ao primeiro trimestre do ano anterior

– Os preços de venda apresentaram uma clara tendência de subida

– uma ligeira maioria de empresas prevê uma redução das vendas  no 2º trimestre de 2020

APRECIAÇÃO GLOBAL

O primeiro trimestre registou uma interrupção no ciclo de crescimento da atividade, contrariando as expetativas das empresas expressas no período anterior.

É verdade que o sector já vinha de dois trimestres consecutivos de redução de intensidade de crescimento, mas nada fazia adivinhar a quebra ocorrida, a qual tem como explicação, dada pelos próprios empresários, o confinamento imposto pela situação da pandemia provocada pelo COVID-19.

Em consequência, a evolução dos negócios ficou muito aquém das expetativas, com o saldo das respostas extremas (SRE) relativo à variação das vendas no 1º trimestre de 2020 face ao 4º trimestre de 2019 a cair para números negativos, na ordem dos -9,1% (que compara com +10,8% no trimestre anterior).

Ver documento completo