Bosch testa plaina e minitupia profissional sem fio

A Bosch Ferramentas Elétricas Profissionais colocou em teste as suas novas ferramentas para madeira, a minitupia sem fio GKF 12V-8 Professional e a plaina sem fio GHO 12V-20 Professional, num projeto muito especial e que alia a mestria da tradição à modernidade das ferramentas – a construção das gôndolas de Veneza.

Este teste contou com a participação do mestre Roberto Tramontin, responsável por um estaleiro de construção de gôndolas localizado em Dorsoduro em Veneza e que já vai na quarta geração. Com a paixão por esta arte no sangue, Roberto Tramontin recorda o seu bisavô que abriu a oficina em 1884 e marcou a tradição da construção veneziana de gôndolas: "Ele efetuou alterações nas gôndolas antigas, encurtou o estibordo e deu às gôndolas a sua forma assimétrica. Deste modo, a gôndola desliza a direito quando o gondoleiro mergulha o remo do lado direito. Até ao dia de hoje utilizo os mesmos modelos e formas. A nossa unidade de medida é o "pé veneziano", pois este adapta-se às proporções da gôndola", afirma Roberto Tramontin.

Inalterado também ficou o brasão da casa real dos Saboia, que se destaca sobre o nome "Domenico Tramontin e Figli" na entrada da oficina e cujo significado os Tramontins narram como fornecedores reais.

Para Roberto Tramontin a construção de cada Gôndola "É um desafio por si mesmo", encontrando-se neste teste de ferramentas Bosch um equilíbrio entre a tradição e a modernidade. O machado, a serra, o martelo e a plaina são ferramentas utilizadas no método de construção tradicional. Roberto Tramontin ainda possui a plaina manual em madeira do seu avô, mas ao mesmo tempo também aposta em ferramentas elétricas profissionais. O seu colega de oficina Paolo Favaro testou a nova plaina sem fio GHO 12V-20 Professional da Bosch, afirmando que “em termos de peso e tamanho, esta plaina da Bosch é comparável a uma plaina manual clássica e permite assim um manuseamento habitual”. Como apreciador da tranquilidade, esta ferramenta agrada também a Roberto Tramontin, pois a plaina é silenciosa.

A ferramenta é ergonómica e especialmente compacta, o que é possível graças ao sistema de 12 V e à utilização do motor EC sem escovas. Adicionalmente, este motor EC ainda oferece uma elevada potência e é isento de manutenção. O design robusto com um veio da plaina em alumínio, bem como as muitas caraterísticas práticas são apreciadas por Paolo Favaro: o ajuste de profundidade é feito com um manípulo rotativo até um máximo de dois milímetros. Se for necessário aplainar com uma profundidade superior a um milímetro, um botão de segurança desbloqueia este ajuste. A flexibilidade é assegurada pela remoção de aparas, que pode ser encaixada opcionalmente do lado direito ou do lado esquerdo da ferramenta.

Sempre atento à qualidade da madeira Roberto Tramontin sublinha que “a qualidade da ferramenta com a qual processamos a madeira é muito importante para nós". O construtor de gôndolas testou também a primeira minitupia sem fio com 12 V da Bosch, a GKF 12V-8 Professional. O punho tem uma forma especialmente estreita e ergonómica, de modo a permitir que a ferramenta seja conduzida confortavelmente com uma mão, para, por exemplo, fresar perfis. Roberto Tramontin revela-se satisfeito e olha mais uma vez para o seu trabalho: "Olhas para a madeira e fazes algo dela que todo o mundo inveja. É um símbolo de Itália, não apenas de Veneza. Até mesmo nos Himalaias sabem o que é uma gôndola. Eu adoro construí-las. Vem do coração, passa para o coração e depois para as mãos."

A GKF 12V-8 Professional da Bosch, com 1,1 quilogramas de peso, é muito leve e graças ao seu design ergonómico oferece uma ótima distribuição do peso: devido à disposição da fresa na parte de trás da ferramenta, o centro de gravidade da ferramenta pende para a peça de trabalho. A placa base foi concebida para ter o maior contacto possível com a peça de trabalho.